Formadora

Elena Bomba

Chamo-me Elena, tenho 27 anos e um mestrado em Ciências Políticas pela Universidade de Milão. Depois dos meus estudos e de uma experiência de um ano numa empresa pública em Milão, decidi regressar à minha cidade natal. Após dois meses de pesquisa, encontrei o meu emprego atual, que exerço há mais de um ano numa pequena empresa de formação no centro de Itália, que nasceu como uma empresa de formação para empresas metalomecânicas.
O meu trabalho gira em torno da formação financiada, bem como gratuita para as empresas, porque é abrangida pelos fundos interprofissionais existentes em Itália, como o Fondimpresa, Anpal, Fornacom, etc.
A minha principal atividade consiste em ouvir as empresas, compreender as suas realidades profissionais e relacionais internas, perceber as suas lacunas e oferecer-lhes um projeto de formação ad hoc capaz de destacar os seus pontos fortes e reforçar a sua preparação técnica. e relacional.
No entanto, tornámo-nos competitivos no mercado graças ao facto de podermos oferecer cursos de formação financiados que não são apenas técnicos, do social ao psicológico, do médico ao agroalimentar, da restauração à escrita BIM e à tecnologia de design.

O aspeto que mais me agrada neste trabalho é convencer as PME dos benefícios da formação e da sua importância para crescerem e serem mais competitivas no mercado existente numa área industrial em crescente evolução (Val di Sangro).

Sinto que o meu percurso profissional ainda não atingiu o objetivo certo para mim. Gostaria de explorar as lacunas que o meu trabalho impõe para ser o mais autónoma possível: por exemplo, gostaria de estudar todas as questões contratuais e administrativo-contabilísticas que estão por detrás da prática que utilizo diariamente para realizar todas as fases da formação: desde a planificação ao encontro entre a procura da empresa e a oferta de profissionais selecionados para a empresa, à disponibilização e acompanhamento das horas de formação no final do curso até ao relatório (i. e. o documento comprovativo a apresentar), ou seja, o documento a apresentar 30 dias após o encerramento do concurso, única forma de receber financiamento para o pagamento dos fornecedores e da direção).
Tenho algumas ideias para melhorar as minhas competências e, neste momento, estou indecisa entre tirar uma licenciatura em economia/direito ou um mestrado.
Estou satisfeita com o ponto a que cheguei e com o que faço pelos outros. Não me arrependo de nada, exceto de não ter mais tempo livre para mim.

Share the Post: