Contabilista

Silvia Georgieva

Muitas pessoas pensam que o trabalho de um contabilista é rotineiro e aborrecido. Muitos números, repetição constante de operações e falta de criatividade. A verdade é que a contabilidade pode ser um assunto extremamente complexo e incompreensível para algumas pessoas, enquanto para outras pode ser um trabalho fácil e intuitivo. Os fatores que determinam a facilidade com que uma pessoa faz contabilidade incluem as aptidões pessoais, os interesses, o nível de educação, a área de trabalho anterior e muitos outros.

Para ser bom nesta profissão, é necessário, antes de mais, ter um pensamento analítico e gostar de números. Um contabilista não é apenas uma pessoa que pega em faturas e documentos bancários e os processa no computador. Deve adquirir um conhecimento completo da atividade dos seus clientes, pois só assim poderá ser-lhes útil da melhor forma.

A profissão de contabilista é muito responsável, muito valorizada e respeitada em todo o mundo. É acompanhada de momentos stressantes e bastante pesados. O contabilista deve trabalhar com grandes volumes de informação e acompanhar as frequentes e constantes alterações da legislação. Na contabilidade, todos os pormenores são importantes. Habituamo-nos a fazer tudo com cuidado, precisão e consciência.

Qualquer especialista que decida escolher a profissão “contabilista” deve ter diligência, atenção, uma atitude paciente em relação ao trabalho de rotina e a capacidade de planear adequadamente as atividades de trabalho. Às qualidades pessoais de um contabilista, há que acrescentar a resistência ao stress, o raciocínio lógico, o equilíbrio, a pontualidade, a responsabilidade e a honestidade.

Share the Post: